16 de Janeiro de 2012
Bateria de exames para gestantes

Veículo: 
Correio Braziliense

Durante a gravidez, as mulheres devem se submeter, de acordo com recomendações do Sistema Único de Saúde (SUS), a três tipos de exames pré-natais : de sangue, de urina e o preventivo de câncer de colo de útero. Já dentro de uma clínica obstétrica particular, esse número é, pelo menos, cinco vezes maior. No caso de mulheres acima de 35 anos, ou com gravidez de risco, o número sobe para mais de 30 procedimentos. Essa espécie de maratona de exames traz uma tensão extra à gravidez. Autora do livro Parto com amor, a jornalista Luciana Benatti acredita que é necessário rever a quantidade exagerada de exames indicados para as grávidas. “O principal problema desse excesso são os diagnósticos superestimados. Os exames viraram argumento para a cesárea eletiva, o que é lamentável”, analisa.

Tags:

Patrocínio
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.