17 de Janeiro de 2012
Ceará consegue reduzir índice de trabalho infantil

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

Entre 2009 e 2010, o estado do Ceará saltou do 4º para o 15º lugar no ranking nacional do trabalho na faixa etária de 10 a 13 anos. Os dados constam do censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima explica que os dados da Pnad-2009 indicaram que, na época, 112.633 crianças e adolescentes de 10 a 14 anos estavam trabalhando. Em todo o País, os jovens ocupados somavam 1.257.810. Já o censo 2010 apontou que, no estado, havia 38.691 meninos e meninas de 10 a 13 anos ocupados e 709.989 no Brasil. "Os dados evidenciam que as iniciativas do poder público e das entidades que atuam na prevenção e erradicação do trabalho infantil já começam a surtir importante efeito", avalia Lima.

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.