08 de Maio de 2020
Conselhos tutelares recebem o dobro de denúncias de violação dos direitos de criança e adolescente

Veículo: 
Diário do Nordeste

Atendendo em regime especial de 24h durante a quarentena, os Conselhos Tutelares de Fortaleza registraram mais 210 ocorrências de violação dos direitos de crianças e adolescentes na Capital. O número contabilizado entre os dias 14 e 29 de abril é o dobro do registrado entre os dias 19 de março e 14 de abril, primeira quinzena do isolamento social no Ceará. À época, Fortaleza registrou 130 atendimentos, com a efetivação de 105 denúncias. 

Casos relacionados à negligência apresentaram o maior aumento nos últimos 15 dias: 78 ocorrências de negligência foram contabilizados na Capital, 43 a mais do que o registrados no levantamento anterior, com 35 denúncias entre os dias 19 de março e 14 de abril. Os atendimentos dos 8 conselhos seguem apenas por meio dos telefones, que podem receber as denúncias a qualquer hora do dia.

Além das denúncias de negligência, desde o início da quarentena no dia 19 de março, Fortaleza registrou ainda atendimentos sobre conflitos familiares e comunitários (41), de vulnerabilidade social (23) e situação de rua (21). Os casos de violência sexual contabilizados foram 16.

Em Fortaleza, todas as regionais administrativas apresentaram aumento de casos. Somente na Regional V, a quantidade de ocorrências registradas subiu de 23 para 56. A região é, agora, a maior concentradora de denúncias. Em seguida aparece a Regional III, com 44 casos. A regional VI aparece em terceiro lugar com 41 casos, seguida da Regional I com 34, Regional II com 32 e a Regional IV com 17 denúncias.

Os atendimentos do conselho tutelar estão ligados a Fundação da Criança e da Família Cidadã (Funci), da prefeitura de Fortaleza. Desde o dia 27 de abril o Plantão do Conselho Tutelar atende 24h, das 8h às 20h e das 20h às 8h.

O funcionamento segue com dois conselheiros, um educador e dois motoristas na sede do Plantão,  em regime de sobreaviso e que podem ser contatados com urgência. A equipe conta ainda com o suporte técnico-administrativo dos profissionais vinculados ao Apoio aos Conselhos Tutelares. Somente as denúncias mais graves são investigadas no local.

Como denunciar

Para denunciar situações de abuso durante a quarentena, entre em contato através dos telefones (85) 98970.5479 ou (85) 3238.1828. É possível denunciar também pelo Disque 100. A ligação é gratuita, anônima e com atendimento 24 horas, todos os dias da semana.

 

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.