10 de Fevereiro de 2012
Embaixada tenta retirar crianças brasileiras da Síria

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

A violência e os disparos de artilharia sobre o edifício onde mora na cidade de Homs fizeram um cidadão sírio pedir ajuda à Embaixada do Brasil em Damasco. Ele e a esposa são cidadãos sírios, mas moraram por vários anos em Foz do Iguaçu (PR), onde tiveram dois filhos, hoje com 12 e 13 anos. Assustado, o casal quer enviar as crianças ao Brasil para ficarem com parentes. A identidade da família foi preservada a pedido da diplomacia brasileira. “Não temos como retirá-los de lá devido aos conflitos armados para retomar o controle da região. Falei com o pai das crianças pelo telefone e pude ouvir os disparos ao fundo”, relata o embaixador brasileiro na Síria, Edgard Casciano. Ontem, o embaixador foi recebido pelo vice-ministro das Relações Exteriores da Síria, Faisal Mekdad, para negociar a remoção dos brasileiros.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.