13 de Fevereiro de 2012
Fugas do lar representam 76% dos casos de desaparecimento de crianças no mundo

Veículo: 
A Gazeta

Fugas do lar representam 76% dos casos de desaparecimentos de crianças em todo o mundo. E desse total, 80% são casos de reincidência, as chamadas “fugas crônicas”. Somente 9% dos casos de desaparecimento de crianças estão ligados a pessoas estranhas. Os dados são do Centro Internacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas (Icmec). “Infelizmente, não há uma estratégia internacional harmonizada ou um conjunto de melhores práticas de resposta à criança desaparecida”, disse a diretora de Políticas Públicas para a América Latina e o Caribe do Icmec, Kátia Dantas. No Brasil, a Lei nº 11.259, de 30 de dezembro de 2005, estabelece que, ao registrar o boletim de ocorrência, as delegacias devem iniciar imediatamente as buscas, contatando portos, aeroportos e terminais rodoviários.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.