27 de Julho de 2012
Governo sanciona lei que prevê salário a conselheiros tutelares

Veículo: 
A notícia foi publicada nos principais jornais do País

O presidente em exercício Michel Temer sancionou com um veto ontem lei que torna obrigatórios a remuneração e o pagamento de direitos trabalhistas aos conselheiros tutelares. O texto foi publicado ontem (26) no "Diário Oficial da União". Pela nova lei, os conselheiros devem receber remuneração definida pelo município, cobertura previdenciária, férias, licenças maternidade e paternidade e gratificação natalina. Hoje essa remuneração não é obrigatória. O projeto ainda unifica a data para a seleção dos conselheiros - primeiro domingo de outubro do ano seguinte à eleição presidencial - e aumenta o mandato do conselheiro de três para quatro anos. A posse fica agendada para 10 de janeiro. No caso do Distrito Federal, o projeto estabelece que cada região administrativa também deverá ter um conselho tutelar.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.