14 de Fevereiro de 2012
MT: Sesai confirma 89 mortes de crianças Xavante em 2011

Veículo: 
24 Horas News

Condições sanitárias precárias e falta de assistência na área de saúde continuam levando à morte crianças indígenas em Mato Grosso. Nos últimos anos foi observado um crescimento considerável no número de mortes envolvendo crianças do povo Xavante, em Campinápolis. Todas elas foram vítimas de desnutrição, doenças respiratórias e infecciosas. Segundo dados da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), em 2011, 89 crianças xavantes com até 4 anos morreram na região. Em 2010, conforme o Relatório de Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil, elaborado pelo Conselho Indigenista Missionário, foram registradas 60 mortes de crianças xavantes no estado, o que revela um crescimento de 48% no número de óbitos.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.