30 de Outubro de 2012
RJ: Identificadas mães de adolescentes exploradas sexualmente

Veículo: 
O Globo

O delegado Fábio Barucke, da 15ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro (RJ), já identificou as mães de duas jovens de 16 anos que faziam parte de uma rede de exploração sexual comercial na Rocinha. As adolescentes foram encontradas na casa do cabeleireiro Dhemian Alves Lopes, preso na quinta-feira. Ele é acusado de aliciar as jovens, que eram oferecidas a estrangeiros.“As duas mães foram identificadas, mas não foram encontradas. Eles vão responder pelo artigo 247 do Código Penal, que trata da punição dos responsáveis que permitem que crianças e adolescentes sob sua guarda trabalhem em casa de prostituição”, disse Barucke.

Guarda – Segundo a promotora Daniela Vasconcellos, o Ministério Público vai pedir que as jovens fiquem em abrigos e que as mães percam a guarda das filhas. Embora não tenha recebido mais nenhuma outra denúncia, Barucke diz que já identificou uma terceira menina. Ele busca informações sobre a família dela. Também investiga a existência de pelo menos mais um agenciador na comunidade. O comandante da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Rocinha, major Édson Santos, afirmou que as adolescentes envolvidas no esquema de exploração sexual comercial tinham relação com o tráfico de drogas.

 

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.