09 de Maio de 2012
SP: Juiz condena clube de futebol por descaso com garotos do Pará

Veículo: 
O Estado de S. Paulo

A Portuguesa Santista, de Santos (SP), é alvo de denúncia do Ministério Público, após ter recrutado 12 garotos do Pará para participar do campeonato infantil da Federação Paulista de Futebol, e mantê-los em situação "bastante precária". Segundo o Conselho Tutelar da Zona Leste de Santos, que visitou o apartamento onde os garotos viviam, "o mobiliário estava em péssimo estado e falta limpeza e higiene em todos os cômodos". O Ministério Público ajuizou a Ação Civil Pública contra o clube e o técnico Ronildo Borges de Souza, que tem procurações das famílias dos 12 garotos, exigindo que o clube interrompesse a convocação dos adolescentes para partidas oficiais ou treinamentos até que estivessem sob guarda de pessoa responsável, com documentação em Santos regularizada e matriculados na escola – direitos assegurados pela Lei Pelé.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.