17 de Janeiro de 2012
Tenda Mauá, em São Paulo, recebe diariamente cerca de 40 crianças retiradas da Cracolândia

Veículo: 
Diário de S. Paulo

Entre os usuários de drogas que circulam no centro da cidade de São Paulo, na região da “Cracolândia”, sabe-se que muitos são crianças e adolescentes em situação de rua. Na Rua Mauá, em frente à “Cracolândia”, um espaço de convivência funciona desde o início de novembro acolhendo jovens que frequentavam a região. Na chamada de Tenda Mauá, o pedagogo Vlademir Mozini orienta 25 profissionais que fazem um trabalho persistente de abordagem e encaminhamento desses jovens para o tratamento ou retorno à família. Em média, é necessário abordar a mesma criança de três a seis vezes. Uma vez que ela aceita o convite e é conduzida ao espaço, ela recebe cuidados de higiene e alimentação, além de conversar com um psicólogo e um assistente social. "Depois eles mesmos acabam trazendo outras crianças" , explica o pedagogo. Estima-se que, diariamente, cerca de 40 crianças e adolescentes passem pela tenda. A ação na “Cracolândia” aumentou esse número em 40%.

Tags:

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Este guia integra uma série de publicações editadas pela ANDI – Comunicação e Direitos ao longo da última década, com o objetivo de contribuir para o aprimoramento da cobertura jornalística.