Direitos Humanos

Os avanços mundiais em relação à agenda dos Direitos Humanos estão historicamente associados à atuação da imprensa, responsável especialmente por:

- denunciar a violação a tais direitos.
- fortalecer o debate público em torno das formas de promovê-los e garanti-los.

A ANDI entende que apenas com a participação efetiva dos meios de comunicação, o País será capaz de realizar o compromisso assumido na Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948):

Desenvolver políticas públicas que transformem os marcos normativos desse documento numa realidade para a população.

Entre alguns dos desafios que os profissionais de comunicação encontram ao se proporem a abordar o tema, estão:

• O entendimento do que são os direitos humanos e quais os seus objetivos.
• A existência de um sistema complexo e internacional de garantia dos direitos humanos dificulta a compreensão da evolução do tema.
• O alcance dos direitos humanos vai além dos direitos civis e políticos, atingindo também aspectos econômicos, sociais e culturais.

Em 2004 e 2005 a ANDI realizou as seguintes ações na área:

1. Publicação do Livro Mídia e Direitos Humanos.
2. Visitas às principais redações do país.

1. Livro Mídia e Direitos Humanos

• Panorama sobre a atuação dos diferentes atores sociais e instituições na efetivação da complexa agenda dos Direitos Humanos.
• Detalhamento do funcionamento do Sistema Internacional de Garantia de Direitos Humanos.
• Análise aprofundada da cobertura sobre o tema realizada por jornais brasileiros no ano de 2003.

2. Oficina sobre Direitos Humanos em 10 redações brasileiras

• Apresentação dos principais dados da Análise de Mídia sobre a cobertura de Direitos Humanos.
• Conferência de especialista na área dos Direitos Humanos.
• Debates entre os participantes.
• 219 profissionais de comunicação mobilizados.