18 de Julho de 2018
Vote pelos direitos nas eleições de 2018

O Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) propõe para as eleições de 2018 a realização de uma campanha para sensibilizar a sociedade brasileira sobre a importância de eleger candidatas e candidatos comprometidos com os direitos humanos, sobretudo de crianças e adolescentes, e que não sejam investigados ou condenados por corrupção.

A proposta da campanha #votepelosdireitos é mobilizar pelas redes sociais entidades da Rede Nacional de Combate ao Trabalho Infantil, redes que atuam na defesa dos direitos da criança e do adolescente, de direitos humanos, da sociedade civil e influenciadores digitais para postarem conteúdos sobre direitos humanos e eleições e utilizarem em seus conteúdos virtuais a hashtag #votepelosdireitos.

Contexto
Há 34 anos o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, Diap, analisa o comportamento do Congresso Nacional. A perspectiva de renovação que a organização projetou para as eleições deste ano é abaixo da média de 49% registrada nas últimas cinco votações. As razões apontadas pelo Diap são: “maior número de candidatos que vão tentar a reeleição; redução para 45 dias do tempo de campanha; base eleitoral já consolidada de quem tem mandato; maior poder de barganha dos atuais congressistas nas negociações com os partidos por tempo de TV e recursos do fundo eleitoral para financiar suas candidaturas”.

Nesse contexto, cabe uma indagação: o Legislativo contribuiu para efetivação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) nesses 28 anos? Na percepção do FNPETI, pesando de um lado as ações da rede de proteção para manter, ou avançar, nos direitos conquistados e, de outro, a atuação dos senadores e deputados, houve poucos avanços e muita luta, por parte da rede, para manter ou consolidar os direitos da criança e do adolescente brasileiros.

Estendendo esse olhar para os governos municipais e estaduais, percebe-se que, na maioria dos estados e municípios, a efetivação dos direitos não resultou de vontade e prioridade política para a infância e adolescência.

É nesse sentido que o FNPETI apresenta a proposta de unificarmos nossa voz na campanha eleitoral de 2018, promovendo ações nas redes sociais com a hashtag #votepelosdireitos, e estratégias de divulgação que promovam a reflexão de cidadãs e cidadãos para votar pelos direitos de crianças e adolescentes.

Sua adesão é fundamental para que esta campanha contribua para a escolha de candidatas e candidatos comprometidos com os direitos humanos, especialmente de crianças e adolescentes, com a eliminação do trabalho infantil   com a construção de um País justo, solidário e sem corrupção.

Lançamento
A campanha foi lançada no dia 13 de julho, aniversário de 28 anos do ECA, uma ferramenta indispensável para a garantia da proteção integral das crianças e adolescentes com absoluta prioridade. O lançamento ocorreu nas redes sociais do FNPETI e dos parceiros que aderiram à campanha. Para participar, ainda dá tempo: utilize a #votepelosdireitos em suas postagens nas redes sociais. Você pode também compartilhar o conteúdo produzido pelo FNPETI no Facebook @forum.fnpeti, pelo Twitter @fnpeti e pelo Instagram @forum_fnpeti.

 

Patrocínio
Petrobras
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.