Com o objetivo de formar cidadãos capazes de articular e desenvolver planos municipais pela primeira infância no Brasil, a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) realiza um curso a distância para 350 alunos de todas as regiões do país. A primeira edição foi realizada em 2017. A segunda edição ocorreu no segundo semestre de 2019 e teve mais de dois mil inscritos. A terceira edição, que começa em março de 2020, recebeu mais de três mil inscrições.

A iniciativa baseia-se no conteúdo da mais recente edição do Guia para Elaboração do Plano Municipal da Primeira Infância (PMPI), lançado em 2017, a partir de articulação e contribuição de integrantes da RNPI.

Durante três meses, os participantes contam com diferentes formas de apoio para auxiliar seu processo de aprendizagem e impulsionar as ações de construção do plano nos seus respectivos municípios. Ao final, eles apresentam um plano de ação.

Conteúdos sobre parentalidade, cidades sustentáveis para crianças e Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) são algumas novidades das duas últimas edições do curso.  Além disso, é disponibilizado um banco de dados com experiências exitosas de municípios que já concluíram seus planos. Mais uma edição está prevista para 2020.

A metodologia do curso foi desenvolvida pelo Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP), que também coordena a iniciativa.

No vídeo abaixo, Vital Didonet, assessor legislativo da Rede Nacional Primeira Infância, introduz o conteúdo abordado no curso e elenca seis argumentos para sensibilizar gestores públicos e a sociedade sobre a importância de investir em políticas públicas para a primeira infância.