Essa ação tem como objetivo ofertar disciplinas, em faculdades de Comunicação, que contemplem temas relacionados à interface entre a comunicação e os direitos da criança e do adolescente. O conteúdo didático garante destaque à agenda da primeira infância e inclui aspectos que se referem aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a questões de gênero, étnico-raciais e de deficiência. A primeira disciplina já começou na Universidade de Brasília (UnB). No segundo semestre, disciplina semelhante será ministrada em duas universidades federais do Norte e do Nordeste.

As disciplinas têm como público alvo prioritário os alunos de três faculdades de Comunicação, mas alunos de outros cursos podem se inscrever. Cada disciplina terá duração de um semestre letivo. A ação é coordenada por um orientador educacional, supervisionado pela equipe ANDI/RNPI.

No que se refere à programação do semestre letivo, merece registro o fato de que ao menos quatro aulas por cada disciplina são ministradas por especialistas convidados (oriundos de outras unidades da federação) e que os temas da primeira infância são priorizados no conteúdo didático. Ao final do período de implementação de cada uma das disciplinas ocorrerá processo de avaliação.

Por meio da iniciativa espera-se fomentar a presença de conteúdos relacionados à comunicação e aos direitos da criança e do adolescente no programa das instituições de ensino superior e contribuir para a sensibilização e formação técnica de jornalistas e comunicadores em relação aos temas da primeira infância.