Arquivo: 
Download pdf (1.2 MB)
Realização: 

ANDI - Comunicação e Direitos em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SHD/PR).

A opinião na imprensa brasileira e o adolescente em conflito com a lei - uma análise da cobertura opinativa de 34 jornais brasileiros entre junho de 2006 e julho de 2011
Ano: 
2012

A publicação apresenta uma análise detalhada de entrevistas, artigos e editoriais publicados por 34 jornais impressos de todas as regiões do País entre junho de 2006 e julho de 2011, tendo como foco central as temáticas relacionadas aos adolescentes autores de ato infracional.

Embora não seja possível avaliar o conteúdo de uma notícia apenas com base em seu formato, esse elemento pode oferecer um importante indicativo do enfoque e da prioridade dados pela imprensa a um determinado assunto. Entrevistas, editoriais e ar­tigos – os chamados conteúdos opinativos – costumam ocupar as principais páginas dos jornais, constituindo os “espaços nobres” nos quais ocorrem as discussões sobre questões relevantes que afetam a sociedade.

A fim de desvendar como os assuntos relacionados aos adoles­centes em conflito com a lei são tratados nas seções opinativas dos jornais, a pesquisa realizada pela ANDI – Comunicação e Di­reitos em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Pre­sidência da República (SDH/PR) traz uma análise de entrevistas, artigos e editoriais publicados por 34 jornais1 impressos de todo o País entre junho de 2006 e julho de 2011.

No total, foram identificados 290 textos, distribuídos da se­guinte maneira:

• 55,2% de artigos assinados

• 17,6% de editoriais

• 16,9% de colunas ou notas de colunas assinadas

• 10,3% de entrevistas

Assim como observado na cobertura em geral sobre o tema, a maioria dos conteúdos opinativos sobre adolescentes em confli­to com a lei foi publicada em 2007 – ano da morte do garoto João Hélio Fernandes Vieites.