Pesquisa do DataSenado ajuda o trabalho dos legisladores na Rio+20

Compartilhe

O Serviço de Acompanhamento da Opinião Pública do Senado (DataSenado) contribuiu com o trabalho dos parlamentares durante a Cúpula Mundial de Legisladores na Rio+20. Foi elaborada uma pesquisa especialmente para o evento que reuniu de 15 a 17 de junho, 300 parlamentares de 190 países.  Na pesquisa do DataSenado, feita entre os dias 1 e 14 de junho, foram entrevistados 1.200 moradores de 119 municípios, incluindo as capitais de todos os estados brasileiros.

A pesquisa registrou o pensamento do brasileiro sobre a relação entre a proteção ao meio ambiente e o desenvolvimento econômico do país, a legislação nacional, e os hábitos de consumo da população. Para 72% dos entrevistados o desenvolvimento econômico e proteção ao meio ambiente devem estar muito próximos.

Segundo a investigação, o maior problema está na fiscalização das leis que protegem o meio ambiente: 40% dos entrevistados afirmam que raramente as leis aprovadas no Legislativo são cumpridas; e 19% asseguram que elas nunca são cumpridas.

Entre as causas para o não cumprimento da legislação ambiental no Brasil são apontadas a corrupção, a falta de fiscalização e a ausência de educação ambiental. Um terço dos entrevistados considera a corrupção o fator que mais atrapalha. Já 26% consideram a ausência de fiscalização e 24%, a falta de educação ambiental.

Protocolo de compromissos resultado da Cúpula Mundial de Legisladores

Outras Informações:
Secretaria de Pesquisa e Opinião – DataSenado (061) 3303 1211
[email protected]
www.senado.gov.br/datasenado