Brasil tem mais de 3,7 milhões de crianças e jovens fora da escola

Compartilhe

Estudo feito pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com a Campanha Nacional pelo Direito à Educação comprova que o trabalho infantil, o fracasso escolar, as desigualdades sociais e a baixa renda familiar são fatores de risco do abandono escolar de crianças e adolescentes.

A análise do relatório é baseada na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios/2009 (Pnad/2009), e revela que cerca de 3,7 milhões de crianças e adolescentes entre quatro e 17 anos de idade estão fora da escola no Brasil. O mesmo número de indivíduos fora da escola – 1,5 milhão – repete-se nas idades extremas: entre quatro e cinco anos, e entre 15 e 17 anos. Na faixa etária entre os seis e os 14 anos, a evasão atinge 630 mil crianças e adolescentes.

Em termos absolutos as regiões do País com maior número de alunos em risco de abandono são o Nordeste, com 1,7 milhão de crianças e o Sudeste, com mais de um milhão. Em termos proporcionais, as regiões com mais estudantes em risco são o Norte, com 18,33% e o Nordeste, com 17,68%.

Sugestão de fontes:

Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef)
Tipo: Organismo Internacional
Telefone: (61) 3035-1901 | (61) 3035-1900
Email:    [email protected]
Página Web: www.unicef.org.br

Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Rua Mourato Coelho, 393 Conj. 04, Pinheiros – São Paulo
Telefone: (11) 3159-1243
Página Web: http://www.campanhaeducacao.org.br/