UNICEF promove comunicação multimídia em comunidades indígenas

Compartilhe

Uma exposição com fotografias, desenhos, jornais, programas de rádio e vídeos produzidos por 42 meninos e meninas Ticunas e Kokamas encerrou os trabalhos das Oficinas de Comunicação promovidas pelo UNICEF entre agosto e novembro. A atividade integra o Programa Conjunto de Segurança Alimentar e Nutricional de Mulheres e Crianças Indígenas (PCSAN).

Os jovens das comunidades de Tabatinga, Benjamin Constant e São Paulo de Olivença que participaram da capacitação compartilham os novos aprendizados. A Kokama Charliene Andrade e a Ticuna Egneia Ramos partilham da mesma opinião quando dizem que aprenderam sobre a importância do direito a comunicação. “Gostei de fazer jornal, tirar foto, mexer no computador. Foi bom aprender sobre alimentação boa, faz bem para a saúde. Gostei de gravar entrevista na rádio. Aprendi que a criança tem direito a comunicação”, conta a Kokama de 10 anos.A Ticuna complementa: “Nessa oficina aprendi que todos nós temos direito à comunicação e estou aprendendo a mexer filmadora, a tirar fotografias e como fazer jornais e entrevistas".

Para o Ticuna Marcos Jhollyfer, a oficina foi muito divertida e emocionante: “A oficina de comunicação me ajudou a me comunicar mais com as outras pessoas, e trocar ideias que nunca tinha feito ou praticado. E nesses três módulos de jornal, fotografia, rádio e vídeo foram as melhores coisas que aprendi a praticar", comenta.

Por acreditar no potencial destes jovens, a iniciativa realizada desde 2010 não para por aí. Cristina Albuquerque, a responsável pelo PCSAN no UNICEF reconhece a ação como uma boa prática e afirma: “o UNICEF disseminará a metodologia com o propósito de incentivar que outras crianças e jovens indígenas sejam capacitados no uso de ferramentas de comunicação para promoção e garantia de direitos humanos”.

Os Ticunas e Kokamas capacitados atuarão agora como multiplicadores, compartilhando o que aprenderam com outros estudantes da rede municipal de educação indígena. O projeto tem sido realizado por organismos das Nações Unidas em parceria com o Governo Brasileiro e conta com o financiamento do Fundo para o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (MDG-F). O compromisso de dar continuidade às oficinas de comunicação tem sido assegurado pelos parceiros locais, regionais e nacionais do UNICEF.

Sugestão de Fontes:

Daniela Silva
Consultora do UNICEF em Manaus
[email protected]
             

Bill Karajá
Coordenação dos Povos Indígenas
(63) 3218.2262
(63) 8433.9126
[email protected]