02 de Maio de 2014
Comida feita pelas mães avança sobre papinha de bebê

Veículo: 
Folha de S. Paulo

O mercado de papinhas para bebês nos Estados Unidos vê crescer de maneira firme um competidor quase imbatível: a comida feita em casa, em grande medida pelas mães. Dados de pesquisas encomendadas pela Beach-Nut, companhia do setor, mostram que as papinhas feitas em casa ocupam o segundo lugar na escala da produção, respondendo por um terço da comida que os bebês norte-americanos consomem. Por outro lado, o segmento representado por marcas menores que oferecem sabores exóticos e embalagens atraentes é o que vem avançando. Com esse cenário em vista, as empresas estão investindo para fazer frente a esse desafio. A Beech-Nut reformulou sua linha, acrescentando ingredientes como romãs e quinoa, usando um processo que elimina o ácido ascórbico e mantém o laranja das cenouras e o vermelho das beterrabas, além de mudar embalagens para vidros curvos. Em 2013, a Hain Celestial adquiriu a Ella's Kitchen, fabricante de comida premium para bebês, com ingredientes como abacates e mirtilo, para ampliar sua linha de comida para bebês orgânica Earth's Best.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.