29 de Fevereiro de 2012
Correção da redação do Enem vai mudar

Veículo: 
O Estado de S. Paulo

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai modificar a forma como é feita a correção da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Uma das possibilidades é a montagem de uma banca com três especialistas para avaliar as provas que tiverem discrepância superior a 300 pontos. As mudanças, que ainda estão sendo estudadas, devem ser anunciadas nas próximas semanas pelo presidente do Inep, responsável pela aplicação da prova, Luiz Cláudio Costa. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, já havia defendido uma nova forma de lidar com as redações. No ano passado, o Inep foi confrontado com processos judiciais de candidatos que criticaram as notas finais.

Patrocínio
Publicações
Publicação mapeia os principais riscos a que estão expostos crianças e adolescentes nas cidades-sede do Mundial 2014 e apresenta as iniciativas desenvolvidas pela sociedade brasileira para garantir os direitos fundamentais desses grupos etários.