23 de Agosto de 2013
Projeto de lei que proíbe venda de salgadinhos na escola gera debate

Veículo: 
Extra Online

Um projeto de lei recém-aprovado pelo Senado Federal proíbe terminantemente a venda de alimentos não saudáveis em instituições públicas e privadas do ensino básico. O texto ainda precisa ser votado pela Câmara dos Deputados, mas já está gerando discussão na sociedade. Enquanto nutricionistas e parte dos educadores defendem a ideia, há quem antecipe dificuldades na adequação dos colégios. O texto do documento reúne dados sobre o expressivo aumento da obesidade infantil no Brasil. Segundo uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgada em 2012, 33,5% das crianças do País têm sobrepeso, e 14,3% estão obesas. A nutricionista Gisele Savignon, do Instituto de Nutrição Annes Dias, empresa responsável pelo planejamento das merendas das escolas municipais do Rio, explica que uma alimentação desregrada pode desenvolver déficit de desenvolvimento físico e mental, além de deixar a criança letárgica no decorrer do dia.

Patrocínio
Publicações
O guia procura orientar os profissionais de comunicação para uma cobertura qualificada e contextualizada do tema oferecendo referências às políticas públicas, esclarecendo conceitos e sugerindo fontes.