AL: Crianças e idosos precisam de atenção

Veículo: Gazeta de Alagoas - AL
Compartilhe

Cuidar da saúde da família vira uma tarefa bem complicada quando um dos membros está gripado. Por conta da transmissão por vírus, quando um fica curado, o outro adoece. A vacina contra gripe tem sido um método eficaz para prevenir a doença. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi iniciada no dia 22 de abril e se estendeu oficialmente até 9 de maio. O objetivo era imunizar crianças de 6 meses a 5 anos, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, trabalhadores da saúde, mulheres com até 45 dias pós-parto, reeducandos e funcionários do sistema prisional, além de povos indígenas e portadores de doenças crônicas como cardiopatias, problemas pulmonares, diabetes, Aids e doenças renais crônicas. Em Maceió (AL), a expectativa era vacinar 200 mil pessoas, que seria 80% do público-alvo preconizado para a capital. E, mesmo com toda a estrutura montada nas unidades de saúde e outros 20 postos fixos, instalados em pontos estratégicos, como supermercados e shoppings, a meta não foi alcançada. De acordo com dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) da Secretaria Municipal de Saúde, divulgados no início do mês de maio, foram aplicadas 43.302 doses em Maceió, o que corresponde a 23,43% de cobertura. Em Alagoas, o índice geral de imunização foi de 31,62% tendo sido aplicadas 203.848 doses.

Temas deste texto: