AP: Meninas começam a receber segunda dose da vacina contra papiloma humano

Veículo: Diário do Amapá - AP
Compartilhe

Desde esta segunda-feira (1º) que meninas com idades entre 11 e 13 anos começaram a receber a segunda dose da vacina conta o vírus HPV, que protege contra o câncer do colo de útero. A aplicação da segunda dose, seis meses após a primeira, é fundamental para garantir a imunização contra o HPV até que receba a dose de reforço, em cinco anos. No Amapá, a meta é vacinar 25.105 mil meninas nessa faixa etária. Para isso, o estado já recebeu 26.530 doses para a vacinaçào. O Ministério da Saúde (MS) passou a ofertar a vacina no Sistema Único de Saúde (SUS) em 10 de março. Em apenas seis meses, 43 milhões de meninas nessa faixa etária já foram vacinadas – uma das maiores coberturas para essa vacina em todo o mundo. A meta do MS é vacinar 80% das 4,9 milhões de meninas de 11 a 13 anos residentes no País.  A vacinação nas escolas foi o diferencial para o alcance da meta nacional. Por isso, o ministério recomenda aos municipios repetir a estratégia para a aplicação da segunda dose. Para quem preferir ir ao serviço de saúde, a vacina está disponível, durante todo o ano, nas mais de 36 mil salas de vacinação espalhadas pelo Brasil.

Temas deste texto: