Bullying de gente grande

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Em  sua coluna no suplemento Equilíbrio, a psicóloga Rosely Sayão assinala que não gosta do conceito de bullying e do uso que se faz dessa palavra.  “Por que tenho rejeição em relação ao conceito? Porque ele leva o adulto a se ausentar das questões que os mais novos enfrentam na convivência com seus iguais”, explica, para assinalar que encontrou um bom uso para essa palavra: o bullying de adultos contra crianças e adolescentes, especialmente pais e professores, no espaço escolar. “A escola tem um vício, entre tantos, que afeta fortemente alguns alunos. Escolhe 'bodes expiatórios' para arcar com quase tudo de errado que acontece na sala de aula e no espaço escolar.” Para Rosely, isso “é bullying puro”.

Temas deste texto: