CE: Apostila diz que pessoas do mesmo sexo se ‘repelem’ e causa críticas

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Para explicar um princípio da física, um tradicional colégio particular de Fortaleza (CE) usou uma ilustração simples numa apostila: menino com menino se repelem. Menina com menina também. Mas, menina e menino se atraem. Os desenhos do material didático foram considerados "indicativos de homofobia" pela ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). A associação diz ter acionado o Ministério Público Estadual e o Ministério da Educação para que analisem o material didático, que foi publicado neste ano. A entidade diz ter recebido a denúncia de um estudante do 3º ano do ensino médio do colégio Farias Brito, que se sentiu ofendido com a forma como a matéria sobre atração e repulsão foi tratada. A apostila elaborada pelo grupo Farias Brito foi distribuída para outras 15 escolas.

Temas deste texto: