CE: Modelo de escola que tanto forma quanto aprova

Veículo: O Povo - CE
Compartilhe

Desde 2008, o governo do Ceará passou a articular o currículo do ensino médio à educação profissional. Uma das escolas a passar por essa mudança foi a Maria Dolores Alcântara, em 2009, construída como um Liceu Estadual, quatro anos antes, no município de Horizonte. Nos últimos cinco anos, a escola avançou em sistemas de avaliação, na aprovação de alunos em universidades públicas e na relação com os moradores da região. O resultado, porém, ainda não é regra no ensino médio do Ceará e põe em xeque a premissa de que todos devem ter o mesmo direito à educação de qualidade. "Não dá, hoje, para eu pegar uma escola de ensino profissionalizante e comparar com uma escola de ensino médio regular. Não é que eles não tenham capacidade ou que a gente seja melhor ou pior. É no sentido de que as condições são diferenciadas, são modelos e propostas diferentes", afirma a diretora geral, Ana Paula Nogueira. A escola onde ela possui ensino em tempo integral, seleção diferenciada de professores e profissionais com dedicação exclusiva.

Temas deste texto: