CE: Royalties da educação

Veículo: O Povo - CE
Compartilhe

O presidente do Sindicato Apeoc (Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais do Ceará), Anízio Melo, solicitou nesta quinta-feira (17) uma audiência com o governador Cid Gomes. Ele quer o apoio do Palácio da Abolição, em Fortaleza (CE), para a elaboração de uma lei estadual que destine o dinheiro que o estado do Ceará receberá dos royalties do petróleo para a valorização dos profissionais da educação. Segundo Anízio, a União terá que aplicar 75% da verba desses royalties em educação, mas os estados e municípios precisarão oficializar e garantir em lei o investimento. Nacionalmente, as entidades do setor pressionarão para que a verba dos royalties sirva também para reforçar o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (FNDE) – proposta nascida no Ceará e bancada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

Temas deste texto: