Chupetas com bisfenol-A podem ser proibidas

Veículo: Diário Catarinense - SC
Compartilhe

A Câmara dos Deputados analisa o projeto de lei já aprovado pelo Senado Federal que proíbe a comercialização e a distribuição gratuita de mamadeiras, bicos e chupetas que contenham bisfenol-A. Segundo o autor da proposta, o senador Gim Argello (PTB-DF), estudos demonstraram o potencial cancerígeno da substância, além de efeitos adversos no desenvolvimento físico, neurológico e comportamental de crianças. O projeto foi apresentado em junho de 2010. Em setembro de 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) baixou uma resolução proibindo a aplicação de bisfenol-A em mamadeiras a partir de janeiro de 2012. Assim, o projeto apenas transforma a resolução em lei e estende a medida para bicos e chupetas, itens não mencionados na norma da Anvisa. O autor da proposta afirma que o bisfenol-A presente no plástico policarbonato é liberado quando este é aquecido.

Temas deste texto: