Como manter o bebê fresquinho e feliz no verão

Veículo: Zero Hora - RS
Compartilhe

Desde que saem da barriga de suas mães – aquele lugar aconchegante, silencioso e quentinho –, os bebês passam rapidamente por diversas experiências adaptativas. Acostumar-se com o mundo aqui fora não é fácil, e pode ser mais complicado ainda com as variações climáticas típicas do país tropical. Por isso, durante os dias de calor excessivo dos meses de verão, todo cuidado com os pequenos é pouco. Como eles ainda não desenvolveram a capacidade de falar – e de soltar aquele bom resmungo "ai, que calor!" –, é preciso ficar de olho em alguns sinais que possam indicar o desconforto devido à alta temperatura. Conforme o pediatra Juarez Cunha, da Comissão de Infectologia e Cuidados Primários da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, quando os bebês sentem muito calor, podem ficar mais impacientes, chorosos e agitados. Segundo Cunha, o ar-condicionado é uma boa estratégia para refrescar os ambientes nos dias de calor, mas é preciso tomar alguns cuidados. A manutenção do aparelho é indispensável, pois o filtro deve estar sempre limpo.

Temas deste texto: