Conselho Tutelar vai acompanhar meninos

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

Na madrugada da última sexta-feira (28), retornaram a Fortaleza (CE) 22 dos adolescentes que estavam em São Paulo  e foram enganados por Daniel Magnum Nunes da Costa, 28, que se passava por um olheiro de jogadores de futebol. Um deles estava acompanhado pela mãe, que foi a São Paulo para buscar o filho. Os demais estavam sob os cuidados do Conselho Tutelar. No total, 33 garotos, com idades entre 11 e 21 anos, ficaram alojados em uma casa em São Bernardo do Campo (SP), que não apresentava estrutura adequada. A partir de agora, o Conselho Tutelar fará o encaminhamento dos jovens e das famílias a psicólogos da rede pública, bem como reencaminhá-los às escolas, já que muitos deles tiveram as suas matrículas canceladas. De acordo com Valdeci Paiva, conselheiro tutelar que acompanha o caso, aqueles com mais de 18 anos conseguiram retornar antes para casa ou permaneceram em São Paulo por conta própria. Os demais retornaram na quinta. Daniel Magnum foi preso em flagrante. Ele é acusado ainda de maus tratos, estelionato, abuso sexual de vulnerável e falsificação de documento público, pois ele diminuía a idade dos aliciados nos documentos, para facilitar a contratação pelos clubes.

Temas deste texto: