Crianças entre vítimas de Israel

Veículo: Jornal do Commercio - PE
Compartilhe

Na última sexta-feira (11), chegou a 103 o número de palestinos mortos na Faixa de Gaza pela operação militar israelense Limite Protetor. Entre as vítimas, mais de 20 crianças. Os ataques despertaram reações internacionais em todas as partes, a maioria pressionando Israel a encerrar a ação, e algumas inflamadas, como a do primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que acusou o governo israelense de mentir e indagou se algum foguete do Hamas matou alguém. O governo do Líbano chamou o Brasil a se colocar contra Israel. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se disse disposto a mediar um cessar-fogo, ressaltando que Israel tem o direito à autodefesa. Mas o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, não se mostrou disposto a ceder: “Nenhuma pressão internacional nos impedirá de revidar contra terroristas que nos atacam”, afirmou Netanyahu durante uma coletiva no Ministério da Defensa, em Tel Aviv.

Temas deste texto: