DF: Dentro dos muros da escola

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Pesquisas apontam que, entre os meninos do 9º ano do ensino fundamental no Distrito Federal, 32% sofrem bullying. No Brasil, as ofensas são 6% menores, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A forma de trazer o assunto à tona nas escolas públicas do DF se deu por meio da escrita e de dinâmicas de grupo, durante as quais os alunos leram o texto Gentil e cruel agressão como tarefa de casa, discutiram a questão com os pais e, em sala, escreveram sobre as impressões provocadas pelo tema. Também trabalhou-se a diversidade de raças, culturas, hábitos e comidas típicas no Brasil. Na avaliação de especialistas, o melhor caminho é mesmo o diálogo, a capacitação dos professores e o envolvimento da família com a escola. O primeiro passo é não esconder o problema. "Um verdadeiro educador leva a discussão para a sala de aula", acredita o professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Walter Ude.

Temas deste texto: