DF: Infância e Racismo

Veículo: Jornal de Brasília - DF
Compartilhe

Em artigo, o diretor de Estudos e Políticas Sociais da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), Osvaldo Russo, aponta dados que levaram o governo do DF e o UNICEF a lançarem a campanha “Por uma Infância sem Racismo” na capital federal. Segundo o Censo Demográfico 2010, do IBGE, das 737.681 crianças e adolescentes (idade até 17 anos) residentes no Distrito Federal, 58% (478.158) são negras (autodeclaradas pretas ou pardas). Uma das causas das desigualdades sociais está na maior dificuldade de acesso da população negra à educação nos anos iniciais de estudo. Na faixa de zero a três anos de idade, enquanto 20,8% das crianças negras frequentam creche, nas crianças não negras o percentual é de 25,6%. Nas idades de quatro e cinco anos, enquanto 78,1% das crianças negras frequentam escola, nas não negras 83,9%. Os meninos negros de quatro e cinco de idade são os que apresentam maior dificuldade de acesso à escola em relação à população não negra.

Temas deste texto: