DF: Infância perde para o crack nas ruas do Distrito Federal

Veículo: Jornal de Brasília - DF
Compartilhe

Crianças e adolescentes do Distrito Federal usuários de crack não encontram o suporte necessário do poder público para abandonar a droga. Além de a verba que seria utilizada no auxílio desses meninos e meninas não chegar ao destino, em 2011 o governo utilizou apenas oito mil reais dos R$ 2,2 milhões que dispunha para tratamento. Com uma estrutura deficitária, os conselhos tutelares não conseguem agir como deveriam, e poderiam, caso não tivessem recebido apenas R$ 827 mil dos R$ 3,1 milhões previstos no orçamento de 2011. O problema tem origem direta nas falhas burocráticas do governo para direcionar o orçamento. A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus) informou que uma sindicância foi realizada para a análise da situação, mas não apresentou justificativa para a não aplicação dos recursos.

Temas deste texto: