DF: Programas também com crianças

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Um projeto desenvolvido pela Assistência Social Evangélica de Brasília a atende crianças abandonadas ou que fugiram de casa. Elas são resgatadas das ruas e levadas para uma das três casas de apoio. Desde que foi fundada, em 1975, mais de três mil foram acolhidas na instituição. A instituição é mantida por igrejas e doações individuais. São duas unidades: em Cocalzinho (GO) e em Taguatinga. Para o pastor Chancerley de Melos Santana, coordenador-geral do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev-DF), os trabalhos sociais desenvolvidos pelas igrejas são essenciais para a reintegração social. Ele explica que grande parte das igrejas conta com um departamento de ação social. Muitos procuram na instituição o auxílio que não encontram com os outros. Para Chancerley, a igreja tem que pregar o amor. "A ação social vai além de doar uma cesta básica. É todo um trabalho para gerar a reintegração social e oportunidades", diz.

Temas deste texto: