DF: Reprovação pode acabar nas escolas

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

O ensino fundamental da rede pública de ensino do Distrito Federal pode passar por mudanças significativas no próximo ano letivo. A atual divisão por séries poderá ser substituída por ciclos educacionais, de dois a quatro anos. A ideia é dar fim à reprovação dos estudantes dentro de cada ciclo para garantir a permanência deles na escola. A Secretaria de Educação estuda a possibilidade, mas não a assume oficialmente. Mesmo assim, o assunto provoca questionamentos entre professores e pais de alunos, por meio das entidades representativas de cada classe, pela falta de debate com a sociedade. "Levantamos dúvidas em relação à medida, mas nada foi esclarecido. Disseram-nos apenas que os detalhes estão sendo avaliados e que a mudança atinge todas as séries do ensino fundamental", afirma um professor, que não quis ser identificado.

Descontentamento – O Sindicato dos Professores (Sinpro-DF) se manifestou contra a mudança para o ano que vem. "Para colocar em prática uma proposta dessa envergadura, é preciso um debate amplo com a sociedade. A chegada dos ciclos exige formação adequada dos professores e estrutura pedagógica. Se ocorrer dessa forma, será um grande erro do governo", critica o diretor do Sinpro Washington Dourado.

Temas deste texto: