Divulgação de média do Enem contraria documento do MEC enviado às escolas

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

O Ministério da Educação (MEC) não cumpriu o que anunciou às escolas sobre a divulgação das médias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011. Ao liberar os resultados para os diretores, o MEC afirmara que não calcularia a média por escola. Mas a pasta manteve essa divulgação, apesar de ter ignorado nessa conta a nota da redação. "A divulgação das médias (será) apenas para cada Área do Conhecimento e para Redação, não havendo mais a divulgação de uma única média por escola", tinha garantido, em nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A divulgação das médias das escolas sempre foi polêmica, por ser visto como incentivo indireto à elaboração de rankings. Além disso, algumas escolas discordavam sobre o peso da redação no cálculo da média.

Redação – Antes responsável por 50% da média final das escolas no Enem, a redação foi excluída da nota geral dos colégios nos dados do exame de 2011.O Ministério da Educação considerou que a correção dos textos é subjetiva e não seria "tecnicamente correto" seguir somando esse resultado ao dos testes de português, de matemática, de ciências humanas e da natureza. A redação é analisada por professores do País todo, contratados pelo ministério. Os alunos continuaram a fazer os textos, mas o resultado dessa área passou a ser desconsiderado na média dos colégios, agora formado apenas pelas outras quatro áreas.

 

Temas deste texto: