Educação de qualidade obrigatória desde a base

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

 

Em artigo, Isaac Roitman, professor emérito da Universidade de Brasília, diz que a sociedade precisa cobrar do Estado uma educação de qualidade em todos os níveis.“Seria um tributo invertido, que não envolveria nenhum pagamento em moeda e no qual a sociedade cobraria do Estado o cumprimento de uma imposição constitucional”. Para ele, o que é preciso é a conquista da garantia de uma educação que permita progressos dentro do contexto social, econômico e político. “Assim, a escola deveria assumir valores que estimulem a autonomia dos alunos e os oriente para o respeito a si mesmos e aos demais e para a solidariedade. Além disso, que os prepare para respeitar a natureza, compreender e conviver com a diversidade cultural e fazer o que estiver ao seu alcance para trabalhar pela paz e pela igualdade de seus semelhantes”.

 

Temas deste texto: