Ensino ignora crise e contrata mais no PR

Veículo: Gazeta do Povo - PR
Compartilhe

De cada nove pessoas contratadas no Paraná neste ano, uma foi trabalhar no ensino particular. Creches, colégios, faculdades e escolas de idiomas geraram 7,7 mil empregos formais entre janeiro e agosto, o equivalente a 11% das 71,4 mil vagas preenchidas em toda a economia estadual. Há três anos, esse porcentual não chegava a 5%. Principal destaque do setor de serviços, a educação privada é um dos poucos ramos que, em meio à desaceleração do mercado de trabalho, continua aumentando o ritmo de contratações. Em relação aos oito primeiros meses de 2013, as admissões de profissionais de ensino cresceram 14% no estado, ao passo que a abertura de novos postos de trabalho em todos os setores caiu 28%. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelam que o fenômeno é nacional. No conjunto da economia brasileira, o saldo de novas vagas baixou 30% neste ano. A área de ensino, por sua vez, contratou 13% mais funcionários.

Temas deste texto: