Escolas precisam conectar conteúdo e realidade

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

Os tropeços nas ciências dão pistas sobre dificuldades de professores em conectar os conteúdos à realidade dos alunos. "A educação científica é apartada do mundo real", avalia o físico e educador da Universidade de São Paulo (USP) Luiz Carlos Menezes. "Isso começou a mudar só nos últimos anos", diz ele, que ajudou na elaboração dos questionários da pesquisa. Para a especialista em Educação Científica da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Alice Helena Pierson, a responsabilidade não é só da escola. "A população adulta, em geral, não é estimulada a se posicionar em debates técnicos ou científicos". Também falta mais interesse pelo tema: 39% não gostam de estudar ciências ou ler texto técnico. Outro ponto preocupante, na opinião de Alice Helena, é a diferença entre resultados dos testes e da autodeclaração. "Se a pessoa acha que sabe, não tem noção das limitações e deixa de buscar ajuda", diz.

Temas deste texto: