Estudo revela que uma em cada dez mulheres já ficou bêbada durante a gravidez

Veículo: GP1 - PI
Compartilhe

De uma em cada dez mulheres já ficaram bêbadas durante os primeiros três meses da gravidez, indicam pesquisadores. Além disso, 12% confessam o consumo excessivo de álcool durante o primeiro trimestre da gestação, enquanto 0,5% admitiram beber muito entre o terceiro e sexto mês. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail sobre uma pesquisa desenvolvida pelo Norweigen Institute of Public Health. A pesquisa também revela que 16% das participantes do estudo mantêm um consumo leve de álcool durante os três primeiros meses, enquanto 10% também estendem o hábito para o segundo trimestre. O time que conduziu o estudo descobriu que esse consumo está ligado às emoções negativas como ansiedade e depressão. Mulheres que possuem a chamada "afetividade negativa" tendem a ter uma visão desfavorável de si mesmas e do mundo em geral. Os autores dizem que mães que usam álcool durante a gravidez aumentam o risco de terem filhos prematuros, com baixo peso ou ainda desenvolverem a síndrome alcoólica fetal e até mesmo a morte do feto.

Temas deste texto: