Governo defende parceria contra exploração infantil

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

A secretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Angélica Goulart, defendeu um esforço conjunto do governo federal, dos estados, das prefeituras, do Poder Judiciário e da sociedade para combater não só a exploração sexual de crianças e adolescentes durante a Copa, mas todos os tipos de violação de direitos das crianças e adolescentes. No domingo (27), o jornal O GLOBO revelou casos de abuso nas cidades que serão sede de jogos do campeonato mundial de futebol. Segundo a secretária, desde 2012 o governo federal, em parceria com o Judiciário, tem o compromisso de enfrentar violações dos direitos das crianças e dos adolescentes, seja no que diz respeito à convivência familiar, à violência, ao trabalho infantil e à situação socioeducativa. A mobilização, para a secretária, não deve se restringir ã Copa do Mundo e a grandes eventos no País. Segundo ela, a campanha e a mídia têm papel importante nesses processo, pois "visa a criar uma consciência coletiva da urgência da mobilização contra a exploração sexual de crianças e adolescentes".

Temas deste texto: