Governo ‘muda’ camisas contra a Adidas

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

Sem citar a empresa de material esportivo Adidas, o Ministério do Esporte publicou nas redes sociais imagens positivas sobre o Brasil que sugerem alterações nas camisetas lançadas nesta semana pela multinacional alemã e que geraram polêmica por causa da conotação sexual. Após os protestos da presidente Dilma Rousseff e da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur), a Adidas cancelou a venda das camisetas com mensagens de duplo sentido sobre a Copa do Mundo. Na primeira imagem, um traço amarelo que sugeria um biquíni na campanha da empresa alemã foi substituído por um sorriso. Na segunda camiseta, uma figura feminina de biquíni foi trocada por uma baiana com suas vestimentas típicas, sem apelo erótico. A frase "Lookin' to score", que pode ser traduzida por "em busca dos gols" ou "pegar garotas", foi substituída por "We love Brazil" ("Nós amamos o Brasil"). As imagens acompanham o texto: "o Brasil é um país moderno, da diversidade, repleto de belezas naturais, culturais, um povo genial que não desiste nunca e que recebe todo mundo de braços abertos. E jovem, alegre, plural, criativo, trabalhador! Por isso, nós amamos o Brasil!".

Temas deste texto: