Homens jovens são 84% dos dependentes químicos atendidos em São Paulo

Veículo: O Povo - CE
Compartilhe

Levantamento divulgado ontem pelo Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod) aponta que 84% dos pacientes atendidos no local, na capital paulista, são homens e jovens. Cerca de 20% do total contam menos de 30 anos de idade. O balanço foi realizado entre os dependentes químicos internados desde o início da parceria entre o Governo estadual, o Poder Judiciário e a Ordem dos Advogados do Brasil em São Paulo (OAB-SP), em janeiro, para agilizar internações involuntárias ou compulsórias. Segundo o Cratod, foram cerca de seis mil contatos telefônicos de famílias interessadas nas internações, sendo 1,2 mil dependentes acolhidos voluntariamente. O número dos internamentos involuntárias, quando há solicitação da família, chegou a 189, sem haver hospitalizações compulsórias.

Temas deste texto: