Ingerir bactérias faz bem

Veículo: Estado de Minas - MG
Compartilhe

Parece coisa de criança, mas não é. O consumo regular de lactobacilos, muito frequente na infância, por meio de bebidas contendo leite fermentado, pode trazer benefícios para o organismo que vão além da melhora do trato gastrointestinal. Nos pequenos, o efeito mais esperado é a reversão de quadros de diarreia, comuns na fase em que tudo vai parar na boca. Mas a regra não vale apenas para eles. Os lactobacilos integram um grupo de bactérias boas para o organismo conhecidas como probióticos, que têm papel fundamental no equilíbrio da microbiota intestinal – chamada popularmente de flora – em qualquer fase da vida. Os reflexos começam no intestino, mas se estendem para todo o organismo. "Eles (probióticos) são capazes não apenas de melhorar a flora bacteriana dentro do intestino, como a própria flora ginecológica. Portanto, as mulheres que consomem ficam menos propícias a infecções como a candidíase. Também é reduzida a incidência de herpes", afirma Frederico Pretti, médico especialista em nutrologia e tratamento ortomolecular.

Temas deste texto: