Mais de 30% das crianças viajam sem cadeirinhas

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

O uso de bebê conforto, cadeirinhas e assentos de elevação para transportar crianças em automóveis, obrigatório desde 2010, é bem aceito pela maioria dos brasileiros, mas muitos ainda resistem à regra. Pesquisa realizada recentemente pela ONG Criança Segura, em parceria com a Associação Brasileira de Produtos Infantis (Abrapur), constatou que 57% dos motoristas do País utilizam esses acessórios. No entanto, 31% levam as crianças nos veículos sem os devidos aparatos de segurança. As justificativas apresentadas pelos representantes deste grupo são variadas. Alguns alegam que a criança já tem tamanho suficiente para usar apenas o cinto de segurança. Outros dizem que os trechos percorridos são sempre curtos. Há ainda quem considere a cadeirinha infantil um item muito caro. "Somente campanhas educativas e fiscalização permanente podem mudar esse cenário", afirma a coordenadora da ONG, Lia Gonsales.

Temas deste texto: