Mais de 80% das crianças de 4 e 5 anos estão na escola

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Temas presentes nos programas de governo de todos os candidatos à Presidência foram detalhados nesta quinta-feira (18) nos indicadores da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento mostra os principais desafios na área social do próximo presidente. Na educação, embora o analfabetismo tenha caído 8,6% para 8,3%, de 2012 para 2013, ainda existem no Brasil 13 milhões de pessoas que não sabem ler nem escrever. Entre crianças de 4 e 5 anos, cresceu a taxa de escolarização de 78,1% para 81,2% – o maior salto dentro dos grupos etários analisados. Mas a proporção recorde de matrículas está na parcela de crianças de 6 a 14 anos (98,4%), faixa de idade que corresponde ao ensino fundamental. A gerente da Pnad, Maria Lúcia Vieira, relaciona as maiores taxas de escolarização para crianças de 4 a 5 anos à necessidade imposta pelo mercado de trabalho às mães.

Temas deste texto: