MG: Igualdade na sala de aula

Veículo: Estado de Minas - MG
Compartilhe

As mechas dos cabelos de Jéssica de Jesus Ventura, de 9 anos, foram ornadas com laços de todas as cores. O penteado foi o pedido especial da menina à mãe para ir à escola no Dia da Consciência Negra, comemorada nesta quinta-feira (20). Para ficar pronta, foram necessários 30 minutos, mas a menina não se incomodou. "Gosto muito que minha mãe penteie meu cabelo assim", disse, sem saber que o penteado é uma maneira de afirmação. Na tarde desta quinta, ao colorir um desenho, Jéssica tomava contato pela primeira vez com Zumbi dos Palmares, herói brasileiro conhecido por fundar o Quilombo dos Palmares, que foi morto há 319 anos para defender a liberdade do povo negro. O contato de Jéssica com a história do herói que lutou contra a escravidão há mais de três séculos foi possível na tarde desta quinta, porque a menina é uma dos 940 alunos da Escola Estadual Nair Mendes Moreira. A instituição foi a única da região Sudeste selecionada no edital Gestão para Equidade – Juventude Negra, promovido nacionalmente pelo Instituto Unibanco. Localizada no Bairro Praia, em Contagem, na Grande Belo Horizonte (MG), a escola receberá R$ 30 mil para desenvolver atividades que promovam a igualdade entre os alunos no período de um ano

Temas deste texto: