MG: Rede social para mães e gestantes mineiras

Veículo: Estado de Minas - MG
Compartilhe

Cerca de 85% dos internautas brasileiros entre 18 e 60 anos procuram informações médicas na internet, de acordo com estudo da Universidade de São Paulo (USP). Entre as gestantes e mães, principalmente as de primeira viagem, essas buscas vão além e envolvem uma rede de contatos para trocar experiências com outras mães e tirar dúvidas. Atenta a esse comportamento e preocupada com a saúde materno-infantil, uma parceria da Fundação Assis Chateaubriand com o programa Mães de Minas, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), lança hoje a Rede Mães de Minas. O site oferece várias opções de conteúdo, como dicas de médicos ginecologistas, pediatras, clínicos gerais e enfermeiras, além de assuntos que toda mulher deve saber nessa fase, desde o parto e a amamentação até o desenvolvimento infantil e o uso de acessórios.

Temas deste texto: