Mortalidade infantil cai 57% no CE

Veículo: Diário do Nordeste - CE
Compartilhe

Considerada um importante indicador de saúde, o índice de mortalidade infantil permite avaliar as condições socioeconômicas de uma população. No Ceará, por exemplo, os números mostram resultados positivos, com a Taxa de Mortalidade Infantil (TMI) e seus componentes caindo 57% entre os anos de 1997 e 2013, passando de 31,6 para 13,6 óbitos por mil nascidos vivos. As informações são do informe epidemiológico da Secretaria de Saúde do estado, divulgado na última terça-feira (1º). De acordo com o levantamento, a redução observada da TMI ocorreu em decorrência da queda da mortalidade pós-neonatal, quando as crianças têm mais de 27 dias, que passou de 15,8 óbitos por mil nascidos vivos em 1997 para 3,9 em 2013, representando uma redução de 75%. Já na análise proporcional entre os dois componentes, o informe mostra que, após o ano 2000, o risco de óbitos neonatais (crianças com menos de 28 dias) representa a maior parte das mortes em crianças com menos de um ano, chegando a 71% em 2013.

Temas deste texto: